"Nunca deixo de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido."


segunda-feira, 19 de abril de 2010

Quero o meu Reebook EasyTone

Milagre ou não a coisa tá na boca do povo. São ÚNICA e EXCLUSIVAMENTE para mulheres.



A sola é composta de duas câmaras de ar que atuam como esferas da aptidão, causando uma instabilidade semelhante ao experimentado quando andar descalço, isso faz com que o corpo faça um esforço muscular para manter o equilíbrio. Os grupos musculares são ativadas negligenciadas e reforça o sistema inteiro. músculo aumenta a atividade muscular (28% das nádegas, 11% panturrilhas), aumento do consumo de calorias e reduz os problemas de costas e nas articulações causadas por má postura.


São como uma dieta milagrosa, creio ou não? A questão é que a publicidade me deixa com aquela coçeirinha na mão... Eu também quero!

[ ]s
Eliana Guedes


sexta-feira, 16 de abril de 2010

"Ir à sessão de quimioterapia é como tomar um suco de limão", diz Hebe Camargo

Há dias estou pensando em escrever sobre a declaração da Hebe Camargo, mas o único que consigo é palavras ou frases inteiras carregadas de revolta. Resumindo: "É uma falta de respeito"! Arrogância, insolência, falta de conhecimento. Sobretudo falta de empatia. Não me importo se o tratamento que ela foi submetido causou menos transtorno, o que me importa que enquanto está na TV falando e repetindo que fazer quimioterapia é como tomar uma limonada, há milhões de pacientes, inclusive crianças padecendo dos efeitos do tratamento. Só para ter uma idéia, segundo estimativa do Instituto Nacional do Câncer, Brasil terá 489.270 novos casos de câncer em 2010: quase 500 mil. Dá pra imaginar? Isso sem contar os casos de 2009 que permanecem em tratamento.

Que fique claro, não sou contra o tratamento. Passei duas vezes por isso, sei exatamente que é necessário. Como já escrevi em outro post e que também foi públicado na revista Elas & Lucros "Quando se trata de tratamento para o câncer nada é simples. Os efeitos variam de pacientes a pacientes. Não há quimioterapia menos agressiva. Não há radioterapia que não tenha efeitos colaterais. As consequências sempre existirão. É o veneno que cura e como qualquer outro veneno, tem seu potencial para o bem e para o mal." Vai sempre existir um antes e um depois do câncer.

Há poucos meses aqui na Espanhã uma participante do Gran Hermano (BBB espanhol) que tinha tudo para levar o prêmio, declarou que gostaria que um dos concorrentes morresse de câncer devido ao uso de tabaco, foi eliminada sem piedade pelos telespectadores. É ou não é uma pessoa sem noção?


Nós pacientes, quando estamos mal, sempre buscamos qualquer coisa para distrair, para que desvie a nossa atenção da dor, ligamos a televisão e o último que queremos é deparar com situações como estas. Sabemos na prática o que é passar por isso, sentimos na pele o que segundo Hebe é tomar uma limonada. E por infelicidade muitos sabem como é estar no corredor da morte sem ter cometido nenhum crime.

Meu desejo é nunca mais ver isto. Quero que todos aqueles que padecem desta enfermidade sejam polpados destes comentários e que recebam o tratamento necessário como tem por direito, mesmo que os efeitos sejam tão amargos. Acredito nos médicos, nos cientistas, creio que em um futuro não muito distante irão descobrir medicamentos com menos efeitos colaterais. Mas enquanto isso não chega, não vamos desanimar da nossa luta, porque sobrevivi e estou curada e sei que você também pode.

[ ]s
Eliana Guedes

segunda-feira, 5 de abril de 2010

Uma página a mais


O que vale na vida não é o ponto de partida e sim a caminhada,
Caminhando e semeando, no fim terás o que colher.
(Cora Coralina)



"É meu aniversário. Tenho um ano mais."

Sim um dia mais, assim que hoje é 05 de abril e resulta que os 05 de abril são para mim dias especiais, são os dias em comemoro meu aniversário, assim que tenho um ano a mais na conta da minha vida.

A verdade é que os anos são páginas do livro da minha vida, e quando chega o dia 05 de abril, me toca passar uma página mais deste livro que se intitula "A vida de Eliana Guedes", que afortunamente sigo passando folhas.

Quando passo uma nova página, agradeço a Deus por continuar avançando e leendo o livro da vida, sempre olho e recordo as páginas que já foram lidas de anos anteriores e apesar das alegrias anteriores vividas sempre nos vem algumas lágrimas nos olhos. Pois nem todas as páginas no passado foram boas, e se dependesse de mim arrancaria umas quatro ou cinco, que já foram escritas no livro da minha vida que não gosto absolutamente nada de haver vivido.

Porém o livro é único, pessoal e intransferível, não nos permite arrancar as folhas que vivemos, assim que tem os que passar para a próxima e esquecer as quatro, cinco folhas.

Como diz um amigo "Carioca", essa é a vida. Viva porque tudo passa muito rápido. Mal ou bem sempre será de nossa escolha aproveitar o que tem de melhor, aprender, ensinar e viver!

Felicidades Eliana Guedes, um ano mais, sem dobrar a árvore!

[ ]s
Eliana Guedes