"Nunca deixo de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido."


domingo, 5 de dezembro de 2010

Verão

"Verão também é sinônimo de pouca roupa e muito chifre, pouca cintura e muita gordura, pouco trabalho e muita micose.Verão é picolé de Kisuco no palito reciclado, é milho cozido na água da torneira, é coco verde aberto pra comer a gosminha branca. Verão é prisão de ventre de uma semana e pé inchado que não entra no tênis.

Mas o principal ponto do verão é.... a praia! Ah, como é bela a praia.Os cachorros fazem cocô e as crianças pegam pra fazer coleção. Os casais jogam frescobol e acertam a bolinha na cabeça das véias.Os jovens de jet ski atropelam os surfistas, que por sua vez, miram a prancha pra abrir a cabeça dos banhistas. O melhor programa pra quem vai à praia é chegar bem cedo, antes do sorveteiro, quando o sol ainda está fraco e as famílias estão chegando.

Muito bonito ver aquelas pessoas carregando vinte cadeiras, três geladeiras de isopor, cinco guarda-sóis, raquete, frango, farofa, toalha, bola, balde, chapéu e prancha, acreditando que estão de férias.

Em menos de cinqüenta minutos, todos já estão instalados, besuntados e prontos pra enterrar a avó na areia. E as crianças? Ah, que gracinhas! Os bebês chorando de desidratação, as crianças pequenas se socando por uma conchinha do mar, os adolescentes ouvindo walkman enquanto dormem. As mulheres também têm muita diversão na praia, como buscar o filho afogado e caminhar vinte quilômetros pra encontrar o outro pé do chinelo. Já os homens ficam com as tarefas mais chatas, como perfurar o poço pra fincar o cabo do guarda-sol. É mais fácil achar petróleo do que conseguir fazer o guarda-sol ficar em pé...

Mas tudo isso não conta, diante da alegria, da felicidade, da maravilha que é entrar no mar! Aquela água tão cristalina, que dá pra ver os cardumes de latinha de cerveja no fundo. Aquela sensação de boiar na salmoura como um pepino em conserva.

Depois de um belo banho de mar, com o rego cheio de sal e a periquita cheia de areia, vem aquela vontade de fritar na chapa. A gente abre a esteira velha, com o cheiro de velório de bode, bota o chapéu, os óculos escuros e puxa um ronco bacaninha. Isso é paz, isso é amor, isso é o absurdo do calor!!!!!

Mas, claro, tudo tem seu lado bom. E à noite o sol vai embora. Todo mundo 'volta pra casa tostado e vermelho como mortadela, toma banho e deixa o sabonete cheio de areia pro próximo. O shampoo acaba e a gente acaba lavando a cabeça com qualquer coisa, desde creme de barbear até desinfetante de privada. As toalhas, com aquele cheirinho de mofo que só a casa da praia oferece. Aí, uma bela macarronada pra entupir o bucho e uma dormidinha na rede pra adquirir um bom torcicolo e ralar as costas queimadas.

O dia termina com uma boa rodada de tranca e uma briga em família. Todo mundo vai dormir bêbado e emburrado, babando na fronha e torcendo, pra que na manhã seguinte, faça aquele sol e todo mundo possa se encontrar no mesmo inferno tropical..."

Qualquer semelhança com a vida real, é uma mera coincidência.

Luís Fernando Veríssimo

domingo, 14 de novembro de 2010

Momento d reflexão!

Se ao dar sinal para um ônibus e, antes de entrar, eu dissesse ao motorista que ficasse parado até que pudesse verificar o pneu, os freios, os amortecedores e os os bancos, seria no mínimo um comportamento estranho, não é?

Ninguém costuma fazer uma vistoria no ônibus antes de pegá-lo. Nós apenas entramos e o ônibus segue a viagem.

Agora pense um pouco: Se nós confiamos em um motorista e em um veículo que não conhecemos bem, por que não confiamos em Deus?

Ele está conduzindo a história de todos nós. Ele tem todos os detalhes sob o seu controle.

Você não acha que Deus é digno de confiança?

Não precisamos temer o futuro porque o Senhor Deus já está lá.
Mas , se alguém tem falta de sabedoria, peça a Deus, e Ele a dará porque é generoso e dá com bondade a todos.
Porém peçam com fé e não dúvidem de modo nenhum, pois quem dúvida é como as ondas do mar, que o vento leva de um lado para o outro.
Quem é assim não pense que vai receber alguma coisa do Senhor, pois não tem firmeza e nunca sabe o que deve fazer.

Tiago 1:5-8

[ ]s
Eliana Guedes


 

domingo, 24 de outubro de 2010

Camisa branca


Não tem nada pior do que levantar pela manhã e não saber o que vestir. O relógio não para, nada combina com nada. É nesta hora que o básico vira indispensável, a peça que jamais pode faltar no seu armario: Camisa branca. Na dúvida, não perca tempo, aposte sempre nela!

Ela combina com tudo, saia, calça, bermuda, jeans, scapin, sandália, bailarina. Para incrementar o visual e não dar aquela impressão que foi fácil demais se produzir você pode usar um cinto, colar, lenço ou até mesmo um colete.

O que vale é não perder a elegância e claro ser pontual ao trabalho!


Boa sorte!
[ ]s
Eliana Guedes

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Tudo que eu queria

Vi uma brincadeira no Blog Tudo que eu queria e resolvi fazer um post aqui de algumas das coisas que Quero para este momento.

QUERIA acordar todos as manhãs com você ao meu lado

QUERIA trabalhar 6 horas por dia e ter um bom salário

QUERIA acertar na escolha do pai dos meus filhos

QUERIA que minha casa fosse decorada como a casa de Amelíe

QUERIA ter paciência

QUERIA não sentir dor

QUERIA ter a elegância de Audrey Hepburn

QUERIA ganhar tulipas com frequência

QUERIA que meus cabelos crescessem mais rápidos

QUERIA um banheiro chique como de revista

QUERIA um acervo completo de filmes franceses na minha casa

QUERIA um closet

QUERIA ser mais livre

[ ]Eliana Guedes

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Rouge... Red... Vermelho...

Segundo um estudo realizado na Universidade de Rochester, nos EUA, mostra que “as mulheres conseguem atrair os homens mais quando vestem roupa vermelha”. Através de experimentos psicológicos os cientistas descobriram que o vermelho faz com que os homens sintam-se mais amorosos com relação às mulheres e que eles são inconscientes do papel desta cor na atração pelas mulheres.

É o primeiro apoio empírico à paixão que a humanidade tem pelo vermelho e também a primeira pesquisa, segundo os pesquisadores, que mostra a influência da cor no comportamento dentro do contexto das relações. Bom, particularmente não creio nestas coisas, acredito que a roupa ajuda muito em qualquer que seja a ocasião, independente de acreditar ou não ae vai algumas dicas bem legais que encontrei pela internet, afinal o vermelho nos deixa mais sex e elegante.









Use a imaginação e atreva-te a usar um modelito vermelho!

[ ]s
Eliana Guedes

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Vestindo Vestido!

Olhe por onde olhe, o vestido é a peça que não pode faltar no seu armário nesta primavera. Esta temporada se remonta com as décadas passadas e nos tras estampados florais e cores estridentes.




Inspira-te!
[ ]s
Eliana Guedes

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Primavera-Verão 2010


Que nos traz esta nova temporada? O que é in ou out?

Primavera chegando, a temperatura subindo e quase na hora de guardar os casacos. Chegou o momento de dar um ar mais fresco e colorido. É nesta hora que nos perguntamos o que é fashion e o que está passado da moda.

Primeiro vale a pena lembrar que nem tudo que se apresentam nas passarelas dá pra usar no dia-a-dia e sem contar que as peças que enamoramos nunca encontramos para comprar, principalmente aqui no Brasil que o exclusivo ainda é previlégio para poucos.

Bom, agora é hora de pensar na moda, na sua moda, na minha, conforme meu estilo, meus gostos e claro, o que tem no meu armário da primavera e verão passado. Não é porque vem do ano anterior que não está na moda, muita calma nesta hora! Não dá pra cambiar todo o guarda-roupa cada vez que muda a estação.

Outra coisa que também devemos levar em conta que nem tudo que está na moda fica bem na gente. Muitas vezes algo que nos encanta não cai bem com nosso corpo, usar porque está na moda é um erro. Também é importante recordar que tudo está na moda. É dizer, as tendências de décadas passadas estão sendo um mix na moda deste ano. Todo o passado está in!

Bom, agora vamos ao que está bombando nesta temporada: as saias!!! Esta primavera-verão as saias compridas, meio da perma, curtas, globo, retas, com bolsos, todos os modelos são bem-vindo! o mesmo acontece com os vestidos, tanto justos como os soltinhos, estão in!

[ ]s
Eliana Guedes

sábado, 25 de setembro de 2010

Cabelo - Nunca estamos felizes com ele!

Quem é que está feliz com o cabelo que tem?
É dificil, né? sempre queremos mudar uma coisa ou outra ali.

Estou no momento mais díficil, depois da quimioterapia resolvi deixar crescer, decidi por momento não tomar nenhuma atitute a favor da vontade que brota dentro do peito de fazer progressiva e de tingir. Confesso que é dificil, é quase uma guerra quando levanto pela manhã e olho no espelho, não dá pra fazer nada, ou lavo e passo um creme para encrementar os rolinhos e deixo secar naturalmente ou então seco com secador e passo a chapinha. Dá trabalho! Sem contar que não tem tamanho para amarrar. Tá naquela fase que se quiser dar um ar de preso tem que colocar um grampo ou tic-tac.

Me recordo de quando tinha progressiva e cabelos longos, era uma beleza, levantava e no máximo passava um pente e já estava pronta para brilhar (rsrs). Bom, ae me perguntam, já que não estou feliz com meu cabelo por quê não faço alguma coisa?

É um detalhe bastante particular, perdi meus cabelos em julho do ano passado, foram 6 longos meses carequinha, você já se imaginou careca? Posso garantir que o cabelo é o mais bonito que uma mulher pode ter, sem eles perdemos o ego, a auto-estima, vaidade e o poder da sedução. A princípio quando se sabe que tem câncer e que vai passar pelo processo de tratamento e seus efeitos, o que menos preocupamos é a perda de cabelo, mas na prática quando acontece, entra o desespero. Vontade de fugir do espelho e das pessoas.

Passou... e agora não quero deixar os cabelos mais curto do que estão, e para fazer qualquer coisa a ordem do cabeleleiro vai ser aparar as pontas,estou de acordo, vitaliza e ajuda a crescer. Mas, não estou preparada para ver parte dos meus cabelos no chão.


abril/2008

junho/2008

agosto/2008
   
janeiro/2010

versão caracolada

versão liso (chapinha)
O jeito é esperar, fazer o que dá, um dia liso outro enrolado, um dia com granpo e outro sem...

[ ]s
Eliana Guedes

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Customizando!




[ ]s
Eliana Guedes

domingo, 12 de setembro de 2010

Importância das pessoas!



“Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, porque cada pessoa é única e nenhuma substitui a outra. Cada pessoa que passa em nossa vida, passa sozinha, mas não vai sozinha e nem nos deixará só, porque leva um pouco de nós e deixa um pouco de si. Há os que levam muito e deixam pouco, há os que levam pouco e deixam muito. Essa é a mais bela responsabilidade da vida e a prova de que não nos encontramos por acaso.”

CHARLES CHAPLIN

[]s
Eliana Guedes

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Bazar

Estou chegando com uma mega novidade, destas que faz as maos coçar! rsrsrs
Visitem meu Bazar on line você vai poder comprar de tudo que encontro por ae de legal, produtos nacionais e importados.



[ ]s
Eliana Guedes

sábado, 4 de setembro de 2010

Eu quero...

Meninas vocês viram a nova publicidade da Via Marte que está sendo vínculada na TV?



MA RA VI LHO SAS !!!


A primavera-verão 2010/11 da Via Marte traz um estilo natural chic com tons neutros e cores intensas, como o rosa, o pink, o turquesa e o coral.

São perfeitas para qualquer ocasião seja para o dia-a-dia, festas noturnas, baladas, formaturas, casamentos, tem elegância e beleza, combinam perfeitamente com vestidos, saias de cintura alta, com shorts, bermuda social, calça jeans.

Muito charme e estilo!



Que tal, vamos ou não a compras?

[ ]s
Eliana Guedes

domingo, 29 de agosto de 2010

A CONFISSÃO FINAL

Meu Pé de Laranja Lima

Os anos se passaram, meu caro Manuel Valadares.

Hoje tenho quarenta e oito anos e às vezes na minha saudade eu tenho impressão que continuo criança. Que você a qualquer momento vai me aparecer me trazendo figurinhas de artista de cinema ou bolas de gude.

Foi você, quem me ensinou a ternura da vida, meu Portuga querido. Hoje sou eu que tenho distribuir as bolas e as figurinhas, porque a vida sem ternura não é lá grande coisa. Às vezes sou feliz na minha ternura, às vezes me engano, o que é mais comum.

Naquele tempo. No tempo de nosso tempo, eu não sabia que muitos anos antes, um Príncipe Idiota ajoelhado diante de um altar perguntava aos ícones, com os olhos cheios d’água:

“PORQUE CONTAM COISAS ÀS CRIANCINHAS?”

A verdade, meu querido portuga, é que a mim contaram as coisas muito cedo.

Adeus!

Utabuta,1967

[ ]s
Eliana Guedes

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Bolsas de inverno

Fonte: marieclaire.es








[ ]s
Eliana Guedes


quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Quando tudo termina!

Quero fazer um relato inédito, na verdade comentei uma vez com a minha médica, que contestou dizendo que seria um momento temporário e que tudo ficaria bem!

Primeiro vou fazer um breve resumo: Passei duas vezes pelo processo de tratamento para câncer. A primeira em 2001, estava me formando em farmácia, era um momento de muitas expectativas e como um abrir e fechar dos olhos descobri que tinha Doença de Hodkin, fiz o tratamento ao longo do ano de 2002. Muitas coisas deixei de fazer, mudei meus conceitos, crenças e objetivos. Fui e reagi como uma pessoa forte, enfrentei o problema de frente e nunca deixei desanimar, mesmo quando as notícias não eram animadoras. Quando terminei o tratamento o alívio foi geral, fiquei pra lá de feliz, foi pura festa. Mas de repente me deu uma coisa que não sei exatamente explicar, mas parecia uma depressão (ou era), como se tivesse uma carga muito grande de estress durante um tempo e ali era hora de descarregar! Passei um bom tempo assim, desanimada, frustada com as coisas que tinha deixado pela metade. Tudo voltou ao normal ou pelo menos penso que sim, meus objetivos e sonhos mudaram, realizei meus desejos, corri para fazer o que tinha vontade. Em 2008 resolvi ir mais longe, mudei de casa, de trabalho, de cidade, de país. Mas com 10 meses na Espanha tive uma recaída, a última das últimas coisas que pensei ter! Passei novamente por um longo ano de tratamento.


Fazem exatamente 6 meses que terminei o tratamento e novamente estou naquela fase de descarrego do estress (se é que isso existe). Muitas coisas perderam a graça, dou conta do quanto sou frágil e suceptível a uma nova recaída. Não sou do tipo pessimista, muito menos otimista. A doença e o processo de tratamento sem dúvida nenhuma, me faz ser muito mais racional. Nunca deixei de acreditar que o câncer tem cura, que valeu e vale a pena lutar pela minha vida. O que passa é que o tratamento e a doença me sobrecarregou, me transformou em uma pessoa super forte e quando tudo se resolveu começo a me sentir sem força.


Sou feliz, sou extremamente grata de ter tido o previlégio da cura, sei exatamente o valor de viver! Infelizmente é o processo de tratamento, sempre vai ter "o momento" em que é necessário aliviar. Necessito mostrar que não sou tão forte como todos pensam, tenho que chorar, tenho que gritar! O duro é quando as pessoas que estão ao redor não compreendem, creem que é uma ataque de loucura ou pensam que se trata de uma pessoa ingrata. Em quanto, na verdade o único que preciso é descarregar ou RECARREGAR minhas forças e as boas energias.

[ ]s
Eliana Guedes

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Brincando com smilebox

Click to play this Smilebox collage
Create your own collage - Powered by Smilebox
Free photo collage generated with Smilebox


[ ]s
Eliana Guedes